Branding: O que é, Importância, Exemplos e Como Fazer

319
branding

O Branding não é apenas o design do logotipo de uma marca. Você não pode simplesmente criar um logotipo e dizer “essa é a minha marca”.

De fato, mesmo que você combine seu design de logotipo, cartão de visita, papel timbrado e outro design de material físico, ainda não tocou diretamente do branding da empresa.

Seu design de logotipo faz parte da identidade da sua marca – o que é completamente diferente. 

A identidade da sua marca é a representação visual da marca da sua empresa.

E isso é apenas uma pequena parte do quebra-cabeça da branding! 

Tabela de Conteúdo

O que é Branding? Conceito e Significado

Branding é como as pessoas veem e percebem sua empresa. Também é como você, como proprietário, e sua força de trabalho vê e percebe a empresa. 

Branding vem da palavra “Brand”, que significa marca em português.

O branding não é o design do seu logotipo, cartões de visita ou site. Novamente, essa é a identidade visual da marca.

É sobre como um público se conecta à sua empresa em vários níveis e através de diferentes pontos de contato da marca.

Uma marca pode ser descrita como uma empresa, serviço, produto ou pessoa com voz e personalidade próprias.

Um designer não pode “fazer” uma marca ou criar uma marca. Designers projetam uma identidade de uma marca que reflete uma marca.

A marca em si tem que vir da empresa. Da estratégia de branding.

  • Quais são alguns dos seus principais valores?
  • O que eles representam?
  • O que torna seu produto ou serviço único?
  • Qual é o seu ponto de venda exclusivo?
  • Quem são seus clientes-alvo?

Perguntas como essa formam a base de uma estratégia de branding e devem ser estabelecidas dentro da empresa o mais cedo possível.

Muitas pessoas, incluindo alguns designers, pensam que fazer o branding uma empresa simplesmente envolve o design de alguns elementos visuais, como:

  • Logo design
  • Design de papeis da empresa
  • Paleta de cores do site
  • Tipografia

O tipo de coisa que você veria ao olhar ou criar uma diretriz de marca.

Na realidade, a marca é muito mais do que isso.

Quer um Ebook GRATUITO com as 152 melhores estratégias de Marketing Digital de 2020?

O que é brand marketing?

O brand marketing ou marketing de marca promove seus produtos ou serviços de maneira a destacar sua marca geral. 

O objetivo do marketing de marca é vincular sua identidade, valores e personalidade às comunicações com seu público. 

Essencialmente, sua marca é a ponte entre seu produto e seu cliente.

O marketing da marca não é apenas colocar o logotipo e o nome da empresa no maior número possível de lugares e esperar gerar vendas. 

Muitas vezes, a importância do marketing de marca é negligenciada, pois geralmente leva muito tempo. 

Muitos departamentos de marketing estão focados em objetivos de curto prazo, em vez de nutrir objetivos de longo prazo que afetam todo o negócio, como construir uma marca forte.

A importância de desenvolver um brand equity estratégico e consistente

importancia do brandingO valor da marca é benéfico para criar a reputação, a confiabilidade e o alcance do mercado da sua empresa. 

Consequentemente, com um bom branding seus produtos e serviços terão um valor percebido mais alto.

Por exemplo, por que muitas pessoas preferem comprar um iphone da Apple em vez das opções de outras marcas que são muito mais baratos e muitas vezes hardware mais potente? 

Porque a marca da Apple é consistente, reconhecível e confiável.

Ter um forte valor de marca (bom branding)  permite cobrar mais pelo produto e criar extensões de marca como o lançamento de produtos complementares aos produtos primários, como o Apple Watch e os Airpods, por exemplo.  

A Apple é um ótimo exemplo de empresa com valor de marca duradouro. 

Ela construiu uma marca autêntica, posicionando-se como um dissidente inovador na indústria de tecnologia. 

A marca está centrada na qualidade do produto, mas também usa comunicações criativas e distintas para fortalecer tanto a venda de um produto específico quanto a marca geral.

Por que o Branding e a Marca são tão importante?

O branding e a marca são importante porque:

O Branding ajuda você a se destacar da concorrência

Não importa que tipo de empresa você tenha, em que setor se encontra ou que tipo de cliente procura, provavelmente terá concorrentes fortes.

O branding ajuda a estabelecer maneiras pelas quais você é diferente, especial e único. E mostra aos seus clientes por que eles devem escolher seu produto ou serviço, e não o de seus concorrentes.

O branding ajuda a criar reconhecimento de marca

Se você deseja criar uma marca de sucesso, precisa ser reconhecível.

A marca certa (incluindo a criação de um logotipo impactante, site e outros ativos da marca) ajuda a criar um estilo distinto e aumenta o reconhecimento da marca no mercado.

A marca cria uma experiência consistente para seus clientes

Para que sua empresa tenha sucesso, você precisa fornecer uma experiência consistente para seus clientes, independentemente da interação com a sua marca, seja por meio do site, em um evento pessoal ou seguindo suas contas de mídia social.

O branding bem feito permite controlar como as pessoas percebem e experimentam sua marca – e você pode garantir que a percepção e a experiência permaneçam consistentes em todos os pontos de contato de sua marca com os clientes.

O branding estabelece uma conexão com seu público e transforma esse público em clientes fiéis

As empresas mais bem-sucedidas são as que fomentam uma conexão emocional com seu público.

Essa conexão emocional é o que transforma uma perspectiva em um cliente e um cliente em um advogado da marca.

E como você cria e constrói essa conexão? com um branding bem feito.

Diferentes estratégias de branding (como dar um impulso emocional na voz da sua marca ou alavancar a psicologia das cores ao criar seu logotipo ) podem ajudar você a se conectar com seu público em um nível mais profundo e criar um senso de lealdade à sua marca.

Quais são os elementos do branding de uma marca e por que eles são importantes?

Uma marca melhor significa um melhor marketing. E um bom marketing melhor significa vendas melhores.

Como regra geral, os produtos têm ciclos de vida limitados, mas as marcas – se bem gerenciadas – duram para sempre

E depois que você define exatamente quem você é como marca, fica muito mais fácil comercializá-la.

No final das contas, o marketing é o processo que gera os leads e as vendas, mas a marca é a base sobre a qual você constrói sua reputação e fidelização de clientes.

Estes são os elementos de marca que você precisará criar para cultivar como sua empresa é percebida pelos clientes:

Declaração de missão e valores da marca

Sua declaração de missão e valores de marca são a base para sua marca. Pense na sua missão como o cérebro da operação – uma declaração curta e sucinta que define o estado e o objetivo atuais da sua organização. Enquanto isso, os valores da sua empresa são o seu coração, algo inspirador e motivacional do que você deseja alcançar a longo prazo.

Diretrizes da marca

Com a missão e a visão definidas como os pilares da sua organização, sua estratégia de marca passa a abranger tudo o que estiver no meio. Isso assumirá a forma de diretrizes da marca (também conhecida como sua “bíblia da marca”).

Essas diretrizes estão incluídas em um documento tangível que refletirá e apoiará suas metas de negócios, diferenciá-lo dos concorrentes, ressoar com os clientes, fornecer um modelo para a tomada de decisões e precipitar idéias para futuras campanhas de marketing.

Também incluirá todos os elementos estilísticos da sua marca, incluindo sua paleta de cores, fontes e um esboço da cara da sua marca.

As diretrizes da sua marca, juntamente com pesquisas e análises de mercado em andamento, devem oferecer uma vantagem tática para determinar a melhor maneira de comercializar seus produtos. 

Você se concentra no marketing tradicional, como rádio e quadro de avisos, ou o seu cliente em potencial é mais influenciado pelos vídeos virais do YouTube e pelos filtros do Snapchat? 

O marketing pode ser uma combinação de táticas, mas tome cuidado para não se diluir demais. Ao consultar continuamente o guia da sua marca, você poderá concentrar seus esforços nas táticas que realmente importam.

Logotipo

Seu logotipo é o rosto da sua empresa e o design do logotipo é sem dúvida a marca mais importante que você fará para o seu negócio. Durante o processo de design, pense em quem você é como marca e como deseja ser percebido pelos seus clientes. Use isso para orientar sua estratégia de design.

Um website responsivo 

Projetar seu site também é uma etapa importante da marca. Seu site é o espaço digital da sua marca e, quando seus clientes o visitam, deve ser visualmente atraente, fácil de usar e, o mais importante, um reflexo de quem você é como marca. Semelhante ao seu logotipo.

Meios adicionais

Não existe uma abordagem única para a marca. Dependendo da sua empresa e setor, você pode precisar de ativos adicionais, como cartões de visita, embalagens de produtos ou folhetos de eventos. Avalie sua empresa e suas necessidades exclusivas e, em seguida, desenvolva ativos adicionais para sua marca.

Como criar uma estratégia de branding alinhada com o seu negócio?

como fazer uma estratégia de brandningAo construir uma marca, é importante criar um plano de longo prazo.

Todas as estratégias de marketing da marca devem ser guiadas estabelecendo a visão da empresa, determinando um público-alvo, criando consistência e comunicando emoções.

Segue agora um pequeno roteiro de como criar uma boa estratégia de branding e criar uma marca forte no mercado!

1. Pesquise seu público, proposta de valor e concorrência

Assim como qualquer outro aspecto de iniciar um negócio, o primeiro passo para criar uma identidade de marca é concluir uma pesquisa de mercado

Você deve esclarecer e entender essas cinco coisas.

Público

Não é segredo que pessoas diferentes querem coisas diferentes. 

Você não pode (normalmente) mostrar um produto para um pré-adolescente da mesma maneira que direcionaria um produto a um estudante universitário. 

Aprender o que seu público-alvo deseja de um negócio em seu setor é vital para criar uma marca que as pessoas vão adorar.

Proposta de valor e concorrência

O que torna sua empresa única em seu setor? 

O que você pode oferecer a seus consumidores que outras pessoas não podem?

Saber a diferença entre você e sua concorrência é essencial para o desenvolvimento de uma marca de sucesso. 

Manter um olho em seus concorrentes também o instruirá sobre quais técnicas de branding funcionam bem e quais não.

Missão

Você sabe o que sua empresa oferece, mas certifique-se de ter uma declaração de missão clara e direta que descreva sua visão e objetivos. 

Em outras palavras, conheça o objetivo de sua empresa – você não conseguirá criar uma personalidade para uma empresa, a menos que saiba exatamente onde quer que essa empresa chegue.

Personalidade

Mesmo que você não esteja necessariamente identificando uma marca, isso não significa que você não possa ser gentil ao desenvolver uma imagem de marca. 

Use seu tipo, cores e imagens para representar quem é a marca. 

Em seguida, aprimore essa representação visual com seu tom de voz: você é um negócio confiante e audacioso, como a Nike? 

Ou você é elegante e profissional, como a Givenchy? 

De qualquer maneira, não deixe de desenvolver sua marca como uma maneira de representar seus negócios.

A pesquisa pode ser chata, mas quanto mais você souber sobre o seu negócio, mais forte será a sua identidade de marca.

Análise SWOT

Por fim, a conclusão de uma análise SWOT pode ser benéfica para entender melhor sua marca. 

A consideração das características da marca o ajudará a encontrar as características que você deseja retratar na marca. 

SWOT significa:

  • Pontos fortes (strengths): características positivas da sua empresa que fornecem uma vantagem sobre a concorrência.
  • Fraquezas (weaknesses): características que provam ser uma desvantagem para o seu negócio.
  • Oportunidades (opportunities): mudanças e tendências em seu setor que oferecem oportunidades para seus negócios.
  • Ameaças (threats): elementos no ambiente ou no setor que podem causar problemas aos seus negócios.

2. Crie o logotipo e uma identidade visual para sua marca

Depois de conhecer sua empresa por dentro e por fora, é hora de dar vida à sua marca. 

Nas palavras do designer gráfico Paul Rand, “o design é o embaixador silencioso da sua marca”. Aqui está o que você precisa saber:

Logotipo

Embora o logotipo não seja a totalidade da identidade da marca, é um elemento vital no processo da marca – é a parte mais reconhecível da sua marca. 

Está em tudo, desde o seu website até os cartões de visita e os anúncios online. 

Com seu logotipo em todos esses elementos, sua marca deve parecer tão coesa quanto este exemplo:

Formulário interessante

Por mais imperativo que seu logotipo seja para a marca, esse não é o único elemento que fortalece a identidade da marca. 

Seu (s) produto (s), a embalagem ou a forma como você apresenta seus serviços precisam desempenhar um papel na identidade da sua marca. 

Representar visualmente sua empresa em tudo que você criará consistência e ajudará a familiarizar-se com seus consumidores. 

Veja os arcos dourados do McDonald’s, por exemplo. Eles usaram uma forma interessante para criar o icônico “M”, que agora é reconhecível em todo o mundo.

Cor e Tipografia

Criar uma paleta de cores para sua marca é uma maneira de aprimorar a identidade de uma marca. 

Ela oferece variedade para que você possa criar designs exclusivos para o seu negócio, mantendo-se fiel à identidade da marca.

A tipografia também pode ser uma faca de dois gumes se não for utilizado adequadamente. 

Embora o design de tipografia “misturar e combinar” tenha se tornado uma tendência, isso não significa que misturar um punhado de fontes seja necessariamente uma boa ideia para o seu negócio. 

No seu logotipo, no site e em qualquer documento criado por sua empresa (impresso e digital), deve haver um uso consistente da tipografia. 

Se você der uma olhada no site da Nike e em seus anúncios, por exemplo, ela mantém o mesmo tipo de letra e estilo de letra em todos os aspectos da empresa – e faz maravilhas para eles.

Modelos (templates)

Você provavelmente envia e-mails, digita cartas ou distribui cartões de visita para clientes em potencial diariamente. 

Criar modelos (mesmo para detalhes minuciosos como assinaturas de e-mail) dará à sua empresa uma aparência mais unificada, credível e profissional.

Consistência

Como já mencionado em quase todas as etapas, consistência é o que pode criar ou quebrar uma identidade de marca. 

Use os modelos mencionados acima e siga as opções de design que você decidiu para sua marca em todas as áreas do seu negócio para criar uma identidade de marca harmoniosa.

Flexibilidade

Sim, a consistência é crucial – mas permanecer flexível em uma sociedade que está sempre procurando a próxima melhor coisa é igualmente importante. 

A flexibilidade permite ajustes em campanhas publicitárias, slogans e até algumas modernizações na identidade geral da sua marca, para que você possa manter continuamente seu público interessado. 

Documento de diretrizes

Uma das maneiras mais eficazes de garantir que uma empresa se atenha às “regras” da marca é criar um conjunto de diretrizes da marca que documentem todas as vantagens e desvantagens de sua marca. 

O Skype é uma marca que fez um trabalho incrível ao criar um guia claro e coeso da marca que qualquer pessoa pode seguir. 

Essa é uma maneira de capacitar as pessoas a criar conteúdo da marca e compartilhar sua marca, mantendo a marca em conformidade.

3. Integre conteúdo para se conectar e anunciar nas mídias sociais

Agora que você estabeleceu sua marca em sua empresa e tomou todas as medidas necessárias para desenvolvê-la, está pronto para integrar sua marca em sua comunidade.

E uma das maneiras mais bem-sucedidas de conseguir isso é a sua marca fornecer conteúdo de qualidadeDe certa forma, seu conteúdo é sua marca online. 

Seu conteúdo online é o vendedor de sua marca.  

“Ótimo conteúdo, ótima marca. Conteúdo chato, marca chata “.

Línguagem

Use uma linguagem que corresponda à personalidade da sua marca. 

Se a sua identidade de marca é de alta qualidade, use linguagem profissional; se sua marca é descontraída, seja mais conversador e descontraído. 

O idioma que você escolher usar como marca será integrado em todo o negócio, por isso é importante que você crie cuidadosamente seu tom para combinar com a personalidade da sua marca.

Conexão e Emoção

As pessoas adoram histórias. Mais precisamente, as pessoas adoram histórias que as movem (emocionalmente e para a ação). 

Uma forte identidade de marca pode estabelecer uma conexão emocional com os consumidores, o que pode ser uma base sólida para a construção de um relacionamento duradouro com uma marca.

Anunciar

Criar anúncios, tradicionais ou digitais, é a maneira mais eficiente de apresentar sua marca ao mundo. 

É uma maneira de fazer com que a mensagem da sua marca seja vista e ouvida pelo seu público-alvo.

Mídias sociais

Outra ótima maneira de estabelecer uma conexão com seus consumidores é através das redes social

A infinidade de plataformas na Internet oferece uma tonelada de redes digitais que você pode usar para estabelecer sua identidade de marca. 

A Coca-Cola, mais uma vez, faz um ótimo uso do seu espaço para fotos de capa do Facebook, mantendo-o consistente com o tema da felicidade.

As mídias sociais também são importantes quando se trata de conversar diretamente com seus clientes e criar afinidade com sua marca. 

Se você for mencionado em um tweet, status ou postagem (especialmente se o cliente tiver uma pergunta ou preocupação), não deixe de dar uma boa reputação à sua marca respondendo com eficiência a seus clientes.

4. Saiba o que evitar

Você pode seguir todas as etapas para criar uma identidade de marca forte, mas existem coisas que você deve evitar fazer com sua marca.

Não dê a seus clientes mensagens confusas.

Saiba o que você quer dizer e use a linguagem e o visual apropriados para se comunicar. Só porque faz sentido para você, não significa que fará sentido para seus clientes.

Não copie seus concorrentes exatamente igual

Sua concorrência pode ter uma marca exemplar e, como você vende os mesmos produtos ou serviços, pode fazer o que sabe que funciona – não o faça. 

Leve em consideração o que eles fazem e dê um toque pessoal para destacar ainda mais sua empresa no setor.

Não perca a consistência entre online e offline

Sim, seu material impresso pode parecer um pouco diferente da sua presença online, mas suas cores, tipo, tema e mensagem devem ser consistentes.

5. Monitore sua marca para manter sua identidade

Semelhante a outros aspectos do seu marketing, é difícil saber o que você está fazendo certo (e o que não está) sem acompanhar as principais métricas de desempenho. 

Use o Google Analytics, pesquisas, comentários, discussões nas mídias sociais etc, para monitorar sua marca e ter uma idéia de como as pessoas falam e interagem com você. 

Isso lhe dará a oportunidade de implementar alterações em sua marca, conforme necessário, seja para corrigir um erro ou para melhorar a identidade da marca.

Criar uma marca memorável requer o uso consistente de tipografia, cor, imagens e linguagem, mas vale a pena no longo prazo. 

Quando os consumidores reconhecem instantaneamente quem você é e o que você representa com base em um logotipo, você se torna mais do que apenas um nome e um símbolo.

Depois de aprender na teoria como montar uma boa marca, vamos ver na prática como isso acontece com exemplos práticos:

Exemplos de Branding

1. CHIPOTLE VS TACO BELL

Durante anos, a TacoBell detinha maior participação no ramo de comida mexicana do mundo.

Os consumidores procuraram a Taco Bell por anos procurando comida mexicana barata. 

O Chipotle invadiu o mercado competindo em qualidade, e não em preço. 

O Chipotle se diferenciou para competir com o TacoBell com um ótimo branding. Desde piadas em seus copos de refrigerante até a moderna atmosfera urbana de seus restaurantes. O Chipotle criou toda uma experiência diferenciada do Taco-Bell para aumentar o valor da marca.exemplo de branding chipotle

2.Lyft vs. Uber

Lyft e Uber são aplicativos de compartilhamento de viagens que oferecem ofertas incrivelmente semelhantes, mas com posicionamento de marca radicalmente diferente.

A Uber foi pioneira em seu mercado.

Com sua marca de logotipo preto e brando e elegante. Eles eram exclusivos, frios e luxuosos. 

Com o tempo, suas ofertas se tornaram mais diversificadas e produtos como Uberx e Uberpool permitiram que alguém pedisse carona e fosse de um lugar para o outro por um preço mais acessível.

No lado oposto do espectro veio Lyft. Originalmente, os carros eram adornados com um bigode felpudo rosa brilhante. 

Os motoristas foram instruídos a conversar com seus clientes. E os motoristas foram considerados “divertidos e interessantes”

Lyft entrou sabendo que eles tinham que ser diferentes. Embora eles tenham seguido muito do que o Uber havia começado. 

Eles levaram sua marca e cultura na direção oposta.

Isso ajudou a torná-los distintos e diferentes. Isso não apenas os facilitou a identificação dos consumidores, como também os beneficiou, pois o Uber foi criticado pela imprensa por seu brilho frio, hostil e implacável.

Veja as homepages antigas das duas empresas abaixo e note como por mais que os seus serviços sejam bem parecidos, o branding delas é bem diferente.

A Lyft tem uma pegada mais amigável enquanto o Uber tem uma pegada mais “sem amizade, só negócios”.

Lyft:
branding exemplo lyft

Uber:branding exemplo uber

3. Airbnb – viva e aprenda com os locais

O slogan do AirbnbBelong Anywhere – por dois motivos. Para começar, ele diz muito com apenas duas palavras. 

Indica a exploração e imersão total em território desconhecido. A outra razão pela a qual a Airbnb faz sucesso é que esse fato, de indicar a exploração e imersão total em território desconhecido combina com a estratégia de posicionamento da marca. 

Ele pega a experiência tradicional e homogeneizada de se hospedar em um hotel e o vira de cabeça para baixo.

Por que ficar em um hotel quando você pode ficar em algum lugar, com alguém, que faz você se sentir como se realmente pertencesse à área? 

Ao contrário dos hotéis, o Airbnb oferece um verdadeiro sabor do lugar, criando uma experiência ainda mais emocionante e enriquecedora. 

O Airbnb mudou completamente o jogo ao legitimar o couchsurfing, fornecendo uma alternativa autêntica às opções de hospedagem tradicionais dos hoteis.branding exemplo airbnb

 

Conclusão – Esta pronto para usar um bom branding em sua empresa?

Agora que já sabe como um branding bem feito pode ajudar sua empresa a alcançar níveis de sucesso maiores, você vai colocar nossas dicas em prática?

Quer um Ebook GRATUITO com as 152 melhores estratégias de Marketing Digital de 2020?