Marketing na área de finanças: dicas essenciais

5
marketing na area de finanças

Assim como em qualquer outro ramo, o marketing na área de finanças é importante, afinal, os brasileiros são uma das pessoas que menos investem seu dinheiro e, mesmo quando fazem isso, deixam o capital parado em alguma conta poupança bancária que está só diminuindo o poder de compra daquele valor guardado por causa da inflação que não para de subir.

Por isso, um corretor de valores que pensa em abrir uma agência para trabalhar com investimentos de outras pessoas, por exemplo, poderia conhecer mais sobre marketing na área de finanças, já que essa prática pode trazer mais clientes e, como esses profissionais ganham comissão no lucro dos investidores, quanto maior o número de pessoas que procuram essa agência, mais chance ela tem de fazer sucesso nessa área.

Então, vamos falar sobre algumas dicas que são essenciais para quem busca atingir esse público que é tão difícil de lidar, afinal, trata-se do dinheiro desses clientes e, essa questão é muito sensível em um país repleto de problemas financeiros.

Dicas essenciais para o marketing na área de finanças

Abaixo, vamos falar algumas dicas que devem ser consideradas por quem está pensando em entrar nesse mercado que, apesar de ser muito concorrido, ainda tem muita oportunidade no mercado, já que, a imensa maioria da população(97% das pessoas) ainda não investe.

Defina um objetivo para fazer marketing em finanças

A nossa primeira dica para quem pensa em investir em marketing na área de finanças é a definição de um objetivo, afinal, nenhum negócio tem chance de dar certo se não houver uma meta bem estabelecida para ser alcançada.

Devemos saber onde queremos chegar e, para isso, temos que estimar quanto queremos crescer anualmente, quais investimentos podemos oferecer para manter a qualidade no serviço e quantas pessoas contrataremos depois de certo tempo.

Sabendo onde quer chegar, o empresário consegue se planejar para alcançar esse objetivo, pois a maioria das pessoas desconsidera a importância disso para abrir um negócio.

No marketing, devemos saber onde encontrar os clientes e, mais importante ainda, saber como abordar essas pessoas.

Encontre seu público alvo

No marketing na área de finanças, devemos conhecer e encontrar nosso público alvo, na internet, já que esse meio digital é responsável pela movimentação constante de pessoas.

Por meio de tráfego pago no Google e no Facebook, podemos entender melhor quais são as pessoas que clicam em nossos anúncios para personalizar nossa propaganda.

Conhecendo o perfil dos investidores que se interessam por nossa página na web, podemos gerar leads que destaquem opções mais conservadoras ou arriscadas para determinado grupo de pessoas.

Ao encontrar o tipo de pessoas que se interessa por nossa agência ou blog de investimento, devemos aprender a abordar esses indivíduos, já que se trata do dinheiro deles e convencê-los a aplicar o capital em uma Bolsa de Valores, por exemplo, não é uma tarefa fácil.

Por isso, a próxima dica é essencial para aumentar a credibilidade de nossa agência perante o público que queremos alcançar.

Faça parcerias

Quem se interessa por marketing na área de finanças, deve entender que sem uma parceria que traga autoridade para a nossa agência, ficará mais difícil convencer as pessoas a investir o dinheiro delas em nossa corretora.

Por isso, faça parcerias com Youtubers, Instagramers e Tiktokers, (confira dicas para crescer e ganhar seguidores no TikTok) já que, essas pessoas possuem a tão buscada popularidade que, associada ao bom trabalho de uma empresa, é a mistura perfeita para o sucesso de um negócio.

Quando esses influenciadores digitais citam o nome de empresas em seus canais de vídeos, o tráfego orgânico aumenta muito nos sites delas, por isso, essa é uma ótima oportunidade para quem ainda está começando a criar o branding de sua agência financeira, já que a autoridade de um canal voltado para finanças traz força para a marca.

Invista em SEO

Não adianta criar um site, fazer parcerias com influenciadores digitais se a interface não é otimizada, com textos coerentes, imagens que se encaixam, e uma página de perguntas e respostas bem respondidas.

Afinal, as pessoas que se interessam por investimentos ainda têm muitas dúvidas como:

  • O que é renda fixa?
  • O que é renda variável?
  • Como funciona a Bolsa de Valores?
  • Como investir meu dinheiro?
  • O que é Tesouro Selic, entre outras.

Por isso, um site que englobe todos esses assuntos detalhadamente tem a capacidade de reter os visitantes na página por mais tempo e isso garante o retorno dessas pessoas, mesmo que seja só para buscar informações.

Caso, o empresário que se interessa por marketing na área de finanças não entenda nada de SEO onpage, ele pode contratar uma empresa especializada nessa área que trabalhe com redatores especializados em otimização para mecanismos de buscas, pois, esses profissionais sabem como escrever os artigos para situar nossa página sempre na primeira página do Google, onde a maioria das pessoas clicam para se informar a respeito de tudo, inclusive o mercado financeiro.